Conheça a fertilização in vitro por ICSI

A fertilização in vitro é uma possibilidade para a reprodução humana.

A ICSI é um aprimoramento da fertilização in vitro clássica. Também é considerada uma técnica de reprodução assistida de alta complexidade

Ambas, a ICSI e a FIV clássica,  necessitam de acompanhamento médico, utilização de medicamentos para estimulação ovariana e estrutura laboratorial complexa. A única diferença é a forma como o espermatozoide e o óvulo se encontram.

Como funciona a fertilização in vitro por ICSI?

A técnica faz uso de microscópio e micromanipuladores que introduzem o espermatozóide dentro do óvulo. Esse procedimento é feito com uma agulha sete ou mais vezes mais fina que o diâmetro de um fio de cabelo humano. E, isso tudo é uma complementação da própria técnica de FIV. 

Diferente da fertilização in vitro clássica, para a ICSI, apenas um espermatozoide é necessário para fertilizar cada óvulo coletado. Portanto, isso possibilita que a coleta de sêmen seja realizada por masturbação

Ainda há a possibilidade do descongelamento de amostras seminais previamente criopreservadas. O sêmen obtido é processado no laboratório para que sejam selecionados os melhores espermatozoides em termos de motilidade e morfologia.

Quando utilizam essa técnica?

O tratamento de fertilização in vitro é indicado para diversas situações, tais como:

  • baixa de reserva ovariana; 
  • idade materna avançada; 
  • obstrução nas trompas uterinas;
  • endometriose;
  • alterações ovulatórias;
  • baixa quantidade de espermatozóides; e, até mesmo, 
  • quando algum dos parceiros já realizou algum método contraceptivo definitivo, como a laqueadura ou a vasectomia. 

Também é utilizada quando existem alterações na quantidade, na motilidade ou na forma dos espermatozóides. Tais casos poderiam impedir sua entrada no óvulo de maneira natural. Ou então, quando o homem apresenta azoospermia e os espermatozóides devem ser recuperados por coleta alternativa. 

O especialista em reprodução humana irá conhecer o verdadeiro motivo que está impedindo a concepção da gravidez por meio de uma avaliação do casal.

É uma técnica segura?

A chance de sucesso é semelhante à fertilização in vitro clássica, e a taxa de gravidez por tentativa depende da idade da mulher e do diagnóstico do casal. Dezenas de milhares de crianças já foram concebidas por ICSI. 

Atualmente, a maioria dos estudos realizados indica que essa técnica é segura, e que as crianças concebidas por ICSI não têm maior probabilidade de sofrerem defeitos hereditários do que as crianças concebidas de outras formas.

Apenas um profissional da área poderá confirmar qual técnica é a ideal para cada caso, considerando todos os fatos obtidos com exames e análise do casal. Portanto, se um casal estiver enfrentando dificuldades para engravidar, a melhor solução é buscar a orientação de um especialista.

Ricardo Beck – Reprodução Humana

A clínica Ricardo Beck é especializada em Fertilização in vitro, Inseminação intrauterina, teste pós-coital, congelamento de óvulos e embriões, doação de óvulos, GIFT, transferência intratubária de gametas, aspiração espermática (PESA, TESA, TESE, MESA), punção de epidídimo – vasectomizados e biópsia embrionária.

Conheça mais sobre a clínica e agende sua consulta!